Segurança nos Trabalhos de Soldadura e Corte de Metal

Evoluir

Partilhar

Descrição


Localidade
Rio Tinto




Data Início
04/01/2024




Data Fim
06/01/2024




Cronograma




Observações




Inscreva-se




Localidade
Rio Tinto




Data Início
09/01/2024




Data Fim
11/01/2024




Cronograma




Observações




Inscreva-se



Profissionais que no exercício das suas funções utilizem ou venham a utilizar diferentes máquinas de trabalho, nomeadamente, máquinas de soldar e/ou máquinas de corte de metal.
Todos os indivíduos, de ambos os sexos, que tenham interesse nesta área de formação, com idade igual ou superior a 18 anos.


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


– Dotar os formandos de conhecimentos específicos para a utilização adequada de equipamentos de trabalho, nomeadamente, máquinas de soldar e corte de metal;


I. Práticas e Normas de Segurança nos Trabalhos de Soldadura e Corte de Metal
I. Introdução à Segurança e Saúde no Trabalho
1.1. Enquadramento – Conceitos
II. A Soldadura e Corte de Metal
2.1. Enquadramento – conceitos
III. Tipos de Soldadura
3.1. Soldadura a Arco Elétrico
3.2. Soldadura a Resistência
3.3. Soldadura a Gás
3.4. Soldadura Forte
3.5. Soldadura de Estanho/Chumbo
3.6. Soldadura de Materiais Plásticos
IV. Tipos de Corte
4.1. Oxicorte
4.2. Plasma
4.3. Laser
4.4. Jato de Água
V. Riscos Mais Frequentes
5.1. Choque elétrico
5.2. Incêndio e Explosão
5.3. Queimaduras e Radiações
5.4. Inalação de Gases e Fumos
5.5. Ruído
VI. Medidas de Prevenção
6.1. Recomendações Gerais
6.2. Recomendações para o posto de trabalho
soldadura
6.3. Recomendações sobre equipamentos
6.4. Recomendações sobre utilização de gases
sobre pressão
VII. Equipamentos de Proteção Individual
7.1. Proteção do Tronco e do Abdómen
7.2. Proteção Auditiva
7.3. Proteção das Mãos e dos Braços
7.4. Proteção das Vias Respiratórias
7.5. Proteção dos Pés e Pernas
7.6. Proteção dos Olhos e Face



3 – Formação a distância – E-learning (turma)


AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA OU INICIAL
No início do curso será realizado um breve teste de avaliação diagnóstica (10 questões) por forma a aferir o nível de conhecimentos prévios dos/as formandos/as face às temáticas a desenvolver durante o mesmo, permitindo avaliar a evolução na aquisição de conhecimentos e/ou competências.
AVALIAÇÃO SUMATIVA OU FINAL
Até ao último dia do curso o(a) formando(a) terá que realizar um teste de avaliação de conhecimentos, tendo este, incidência sobre todos os conteúdos explorados durante o curso.
Os formandos terão até 3 tentativas, cada uma com a duração máxima de 90 minutos para realizarem o teste de avaliação, caso não consigam obter aproveitamento na primeira tentativa. Só poderão repetir a realização do teste de avaliação se, eventualmente, tenham uma nota inferior a 10 valores e assim sucessivamente para as restantes tentativas.
O aproveitamento no curso está dependente de uma classificação igual ou superior a 10 valores.
Todos os elementos de avaliação devem ser realizados até ao dia de encerramento do curso na Plataforma, sob pena de serem penalizados.
ESCALA DE AVALIAÇÃO/APROVEITAMENTO
A conclusão do curso com aproveitamento será calculada com base numa escala de 0 a 20 valores, sendo que se considera que um formando conclui o curso com aproveitamento quando atinge uma nota igual ou superior a 10 valores.
Critérios de Avaliação do Curso
– Avaliação das Aprendizagens – Teste de Avaliação de Conhecimentos (100%): os formandos têm que ter uma classificação final igual ou superior a 10 valores;


A frequência com aproveitamento confere ao formando o direito a receber um Certificado de Formação Profissional com uma nota final igual à classificação obtida na avaliação final da aprendizagem.


 

Partilhar