Segurança na Sinalização Temporária de Obras e Obstáculos na Via Pública

80.00

Mediatica

Partilhar

Descrição

As obras e obstáculos na via pública, pelo perigo que representam, devem ser sinalizados de forma adequada, tendo em vista assegurar condições de segurança aos trabalhadores, viaturas e peões.
Esta formação enquadra-se no âmbito do Decreto-Lei nº 141/95 de 14 de Junho; Portaria 1456-A/95 de 11 de Dezembro; Decreto Regulamentar nº 22-A/98, de 1 de Outubro.

Apenas haverá aplicação de processo de selecção a formandos, se o número de formandos interessados em frequentar a acção de formação for superior ao número de vagas disponíveis. Em caso de processo de selecção, os critérios a considerar serão:
– Verificação completa dos requisitos de frequência;
– Ativos empregados cuja actividade dependa ou esteja associada à promoção da segurança e saúde no trabalho;
– Ativos desempregados que pretendam melhorar as suas competências profissionais para o reingresso no mercado de trabalho;
– Motivação e interesse demonstrados em ingressar no curso de Formação;
– Comportamentos demonstrados em entrevista.


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Dotar os formandos de conhecimentos específicos para uma sinalização adequada nas obras e obstáculos na via pública.


M1 – Princípios básicos de sinalização – 2H
M2 – Hierarquização da sinalização – 3H
M3 – Sinalização Vertical – 3H



1 – Formação presencial/em sala (turma)


AVALIAÇÃO DE DIAGNÓSTICO
No início da ação, será realizada pelo respetivo Formador uma avaliação de diagnóstico, com o objetivo de aferir as competências iniciais dos formandos já adquiridas por via da experiência ou outros contextos de aprendizagem informais ou não formais.
Esta avaliação de diagnóstico concretizar-se-á através da aplicação de um conjunto de questões aos formandos para evidenciar as competências já adquiridas.

AVALIAÇÃO FORMATIVA/SUMATIVA
A avaliação da aprendizagem compreende uma componente de Avaliação Contínua, realizada ao longo do Curso e baseada na realização das actividades Formativas propostas e, por outro lado, uma componente de Avaliação Final, baseada na realização de uma actividade Final que assumirá a forma de um Teste ou trabalho Online.


Será considerado aprovado sempre que o formando obtenha uma classificação final igual ou superior a 10 valores (numa escala quantitativa de 0 a 20 valores) e tenha cumprido o período de tempo estipulado para a realização do curso, a qual tem por base uma data de início e a data de fim.
A frequência com aproveitamento confere ao formando o direito a receber um Certificado de Formação Profissional com uma nota final global resultante da média final da avaliação de todos os instrumentos de avaliação.
O direito ao certificado implica:
– A obtenção de aproveitamento na avaliação contínua;
– Cumprido com o período de tempo estipulado para a realização do curso.
– Pagamento integral do curso.
Esta formação é certificada e, como tal, a emissão do certificado é feita através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) do Estado Português e as competências desenvolvidas são registadas no Passaporte Qualifica.


 

Partilhar