Exclusão Social

65.00

Webstudy

REF: 11946 Categorias: ,
Partilhar

Descrição

De acordo com a definição, presente no Programa da Luta contra a Exclusão Social, a exclusão “…é um processo acumulativo e pluridimensional que afasta e inferioriza, com ruturas sucessivas pessoas, grupos, comunidades e territórios dos centros do poder, dos recursos e dos valores dominantes.”. É, simultaneamente, um fenómeno do passado e do presente e, se não for solucionado, pertencerá também ao futuro. Recai sobre milhões de pessoas que tentam sobreviver, nas mais duras condições de vida e de trabalho.
Ao longo da história, as formas de exclusão social evoluíram, tanto no que respeita às suas características como na conceção que se tem delas, levando a que, em todo o mundo, as medidas e os programas interventivos se fossem modificando.
A exclusão não é um processo linear e, por isso é necessário, para a sua compreensão, analisar as suas causas e origens, ou seja, conhecer a história dos indivíduos, elemento fundamental para explicar a exclusão a que o indivíduo, família, grupo ou território, foram submetidos.


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Aquisição de conhecimentos gerais sobre a exclusão social.


Módulo I – História e Evolução da Exclusão Social
Contexto histórico da Exclusão Social
Definição de Exclusão Social
Etiologia da Exclusão Social

Módulo II – Caracterização da Exclusão Social
Características das Pessoas Excluídas
Segmentos Populacionais Excluídos
Tipologias Formais de Exclusão

Módulo III – Intervenção em Exclusão Social
Papel do psicólogo de exclusão social
Intervenção comunitária e o empowerment
Projeto de Intervenção



4 – Formação a distância – E-learning (individual)


A avaliação do processo de formação baseia-se em três vertentes: avaliação diagnóstica (aquando do início do curso), avaliação formativa/contínua (durante o curso) e a avaliação sumativa (no final de cada módulo e/ou do curso).

A classificação final no curso resultará da média ponderada, numa escala de 20 pontos ou percentual (0 a 100%), das classificações parcelares tendo em conta os seguintes critérios e ponderações:

TF (Média simples dos testes finais relativos a cada módulo do curso e/ou trabalho final): 80%.
PS (Participação e contribuição individuais nas sessões síncronas e fóruns de discussão): 10%.
AS (Assiduidade nas sessões síncronas): 10%.


Todos os formandos que atingirem os objetivos pedagógicos definidos para o curso que frequentaram, obterão um Certificado de Formação Profissional que será emitido através da Plataforma SIGO (GEPE – Ministério da Educação), tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso na pauta de avaliação final.


 

Partilhar