Técnicas de socorrismo

200.00

Conclusão

REF: 11435 Categorias: ,
Partilhar

Descrição


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Identificar o sistema integrado de emergência médica.
Identificar as situações de risco imediato, procedendo ao exame primário da vítima.
Executar e identificar os riscos inerentes à execução das manobras de SBV.
Identificar e caracterizar as técnicas de ajuda verbal e de promoção das relações empáticas.


Sistema integrado de emergência médica
Tripulante de ambulância de transporte
Anatomia e fisiologia do corpo humano
Exame da vítima
Suporte básico de vida (SBV)
Oxigenoterapia
Hemorragias
Hipovolémia
Traumatologia
Queimaduras
Parto iminente
Técnicas de remoção e imobilização da vítima
Tripulante e ambulância
Mecanismos para situações de emergência
Técnicas de ajuda verbal
Técnicas de promoção para a relação empática
Técnicas de ajuda verbal de alívio ao sofrimento
Técnicas de ajuda verbal em doença física e estados crónicos
Técnicas de ajuda verbal para tentativas de suicídio
Técnicas de ajuda verbal na morte
Técnicas de ajuda verbal a socorristas
Acidentes com elevado número de vítimas
Grupo de triagem
Grupo de assistência pré-hospitalar
Grupo de evacuação secundária
Procedimentos de segurança
Preparação física



1 – Formação presencial/em sala (turma)


A avaliação, como processos sistemático, contínuo e integral deverá ocorrer em três momentos:
– Avaliação Inicial: Avaliação diagnóstica (permite identificar quais os conhecimentos e competências que os formandos possuem antes da formação)
– Avaliação contínua: Avaliação formativa e sumativa (determinar em que medida os objetivos pedagógicos foram alcançados pelo formando, permitindo a correção do processo de ensino-aprendizagem nos seus vários aspetos)
– Avaliação final: Avaliação sumativa (constitui a finalidade clássica da avaliação e assume uma relevância tanto maior, quando é certo ser ela a responsável pela tomada de decisões de vários níveis)

A avaliação final de cada formando, determina o grau de sucesso da aprendizagem confrontando-se os resultados obtidos na avaliação contínua com os objetivos operacionais definidos a priori.
Escala de Avaliação das Aprendizagens (0-100)


Formação Profissional Certificada (Outra Formação Contínua não inserida no CNQ)
A Certificação dos formandos será feita através da emissão de certificados de formação nos termos exigidos legalmente (Portaria 474/2012 de 08 de Julho) através da Plataforma SIGO.

Entidade Formadora Certificada pela DGERT: CONCLUSÃO – Estudos e Formação, Lda


 

Partilhar