Regras Básicas no Combate a Incêndios e Evacuação de Edifícios

80.00

Conclusão

REF: 11426 Categorias: ,
Partilhar

Descrição

– Manual do curso;
– Apresentações;
-Textos e outro material de apoio;


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


No final do curso sessão formativa o formando deverá ser capaz de:
• Através da análise de um cenário de incêndio, associar corretamente o agente extintor que deve ser usado;
• Através da análise de imagens, identificar situações incorretas que prejudiquem a intervenção no combate a incêndio;
• Analisando a sinalética de segurança fornecida, associar corretamente o símbolo ao seu significado;
• Através da análise de imagens, identificar situaçõs incorretas que prejudiquem a evacuação de edifícios em situações de emergência


•Fenomenologia da Combustão;
•Classes de fogo;
•Extinção de incêndios;
•Sinalética de Segurança;
•Deteção, alarme e alerta;
•Modo de sinalização dos alarmes;
•Manutenção preventiva;
•Organização de segurança (alarme, alerta, 1.ª intervenção e apoio aos bombeiros);
•Medidas para reduzir o tempo de segurança;
•Evacuação/ Medidas de Autoproteção.



1 – Formação presencial/em sala (turma)


A avaliação, como processos sistemático, contínuo e integral deverá ocorrer em três momentos:
– Avaliação Inicial: Avaliação diagnóstica (permite identificar quais os conhecimentos e competências que os formandos possuem antes da formação)
– Avaliação contínua: Avaliação formativa e sumativa (determinar em que medida os objetivos pedagógicos foram alcançados pelo formando, permitindo a correção do processo de ensino-aprendizagem nos seus vários aspetos)
– Avaliação final: Avaliação sumativa (constitui a finalidade clássica da avaliação e assume uma relevância tanto maior, quando é certo ser ela a responsável pela tomada de decisões de vários níveis)

A avaliação final de cada formando, determina o grau de sucesso da aprendizagem confrontando-se os resultados obtidos na avaliação contínua com os objetivos operacionais definidos a priori.
Escala de Avaliação das Aprendizagens (0-100)


Formação Profissional Certificada (Outra Formação Contínua não inserida no CNQ)
A Certificação dos formandos será feita através da emissão de certificados de formação nos termos exigidos legalmente (Portaria 474/2012 de 08 de Julho) através da Plataforma SIGO.

Entidade Formadora Certificada pela DGERT: CONCLUSÃO – Estudos e Formação, Lda


 

Partilhar