Optimizar o Potencial Humano (Marítimo)

0.00

CMJP

Partilhar

Descrição

Nos dias de hoje, os jovens nascem e constituem-se como cidadãos no seio da constante evolução tecnológica. Nesta nova realidade, os valores de interacção e relacionamento interpessoal sofrem transformações consideráveis e os fluxos de informação são superiores àqueles que o Ser Humano consegue efectivamente absorver. Neste sentido, perante a complexidade da sociedade actual, a formação surge como um complemento essencial à constituição plena do Ser Humano.

A acção de formação “As Tecnologias de Informação e Comunicação na Formação do Cidadão Actual” surge como resposta a esta nova realidade, mas em especial da necessidade de potenciar a integração sócioeducativa de jovens jogadores de futebol provenientes de países estrangeiros, através da sensibilização para as tecnologias de informação e comunicação, a cidadania, o desenvolvimento pessoal e social, bem como para a diversidade cultural.

A Espaço Diálogo – Projectos de Formação S.A. em parceria com o C. S. Marítimo, atentos às necessidades socioeducativas dos jovens atletas, conceberam este Projecto de Formação, que visa fomentar a responsabilização social e potenciar as suas competências individuais e colectivas.

“Nem todos podem tirar um curso superior. Mas todos podem ter respeito, alta escala de valores e as qualidades de espírito que são a verdadeira riqueza de qualquer pessoa”
(Alfred Montapert )


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


? Potenciar a integração sócioeducativa de jovens jogadores de futebol provenientes de países estrangeiros;
? Promover a importância dos comportamentos comunicacionais no relacionamento interpessoal;
? Fomentar a utilização responsável das Tecnologias de Informação e Comunicação;
? Facilitar a descoberta dos recursos pessoais e da comunicação eficaz.




1 – Formação presencial/em sala (turma)


O objectivo do curso é o aperfeiçoar de conhecimentos e comportamentos que evidenciem a aquisição de competências na área das tecnologias e no domínio das relações interpessoais, pelo que o sistema de formação/aprendizagem está alinhado com os objectivos gerais do projecto.

No decorrer dos Workshops os formadores podem utilizar as seguintes técnicas e instrumentos:
? Testes de auto-diagnóstico em diversas áreas – comunicação, motivação, emoções, liderança, conflitos, entre outros;
? Trabalhos de grupo e individuais;
? Auto-avaliações – em que o formador procede igualmente a uma avaliação individual e de grupo.

O formador procede à integração dos vários contributos e aplica os critérios definidos em termos construtivos, reforçando as competências reveladas e aconselhando sobre áreas que necessitem de desenvolvimento.

No final de cada Workshop é feita uma avaliação qualitativa ao desempenho dos jovens, entre Insuficiente e Muito Bom.


No final de cada Workshop para os formandos considerados APTOS será emitido um Certificado de Participação, de acordo com a legislação em vigor.

Os formandos considerados NÃO APTOS poderão requerer uma Declaração de Frequência que ateste os Temas frequentados. E a respectiva carga horária.


 

Partilhar