Módulo 4 – Componente prática em contexto empresarial

0.00

Consultua

REF: 13368 Categorias: ,
Partilhar

Descrição

O curso – módulo 4 – Componente prática em contexto empresarial, tipologia Formação especializada ação 4.2.1 – formação para jovens agricultores, tem enquadramento legal na Portaria nº 596-D/2008, de 8 de julho, com alterações introduzidas pela Portaria nº 814/2010, de 27 de agosto e pela Portaria nº 228/2011, de 9 de junho. Formação obrigatória de acordo com o Anexo 1 da Portaria nº 357-A/2008, com alterações introduzidas pela Portaria n.º 184/2011 de 5 de Maio


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


A frequência na ação tem como objetivo possibilitar aos jovens agricultores o complemento do ensino e da aprendizagem adquiridas, numa exploração agrícola da área produtiva na qual desenvolve a sua atividade,de forma a desenvolver o aperfeiçoamento profissional, através do contacto e intervenção direta e prática com a realidade do mundo rural, sendo um trabalho devidamente planeado, executado, acompanhado e avaliado por um formador/tutor com experiência relevante na área, visando o seu treinamento prático de aperfeiçoamento técnico-cultural, científico e relacionamento humano.




1 – Formação presencial/em sala (turma)


Diagnóstica:
No início da ação é realizada uma avaliação diagnóstica que, não tendo qualquer intenção classificativa, tem como objetivo a identificação dos conhecimentos que os formandos possuem no momento de entrada na ação, bem como a maximização da aquisição de conhecimentos e competências pela adequação e conhecimento do perfil do formando.
Formativa:
Promovida no decurso da ação, pretende identificar desvios aos objetivos fixados, detetar problemas e aplicar soluções, tendo sempre em vista o reajuste da estratégia pedagógica do formador-tutor no sentido de atender a percursos individuais e de grupo. A avaliação formativa consubstancia-se em diversas estratégias que implicam sempre o feedback do formando, quer em suporte escrito, quer em suporte oral/presencial de acordo com o plano individual de formação prática em contexto de trabalho.
Sumativa:
A avaliação sumativa realiza-se no final do módulo de formação.
A metodologia de avaliação prevê, para além, da avaliação dos conhecimentos científicos e competências técnicas, a avaliação de competências transversais, de âmbito comportamental, bem como o exercício de auto avaliação do formando que terá sempre a oportunidade de refletir e tomar consciência do seu percurso de aprendizagem.
Para o módulo de formação a avaliar será concebido/a:
• Plano Individual de formação PCT;
• Portefólio reflexivo da formação PCT;
• Avaliação descritiva e qualitativa da formação PCT;
• Autoavaliação das Competências do Formando;
• Registo da Avaliação do Formando por Objetivos de Aprendizagem.
Avaliação sumativa será expressa, com aproveitamento ou sem aproveitamento, de acordo com os resultados obtidos pelo formando, relativamente à aquisição dos objetivos específicos previstos para cada ação/módulo.


Para a obtenção de aproveitamento, o formando, deverá atingir no mínimo 50% numa escala de 0 a 100%


 

Partilhar