Higiene e segurança no trabalho na restauração

125.00

Conclusão

REF: 11428 Categorias: ,
Partilhar

Descrição


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Identificar as normas e procedimentos de segurança na restauração.
Aplicar as normas de higiene pessoal, dos espaços, das instalações e dos equipamentos.
Reconhecer a importância das normas de saúde no exercício das profissões da restauração.
Aplicar procedimentos de prevenção e controlo de acidentes e riscos em contexto profissional.


Normas de segurança e higiene na restauração
Sinalização de segurança das instalações e equipamentos
Manuseamento de equipamentos
Normas de higiene pessoal, dos espaços, das instalações e dos equipamentos
Proteção coletiva e individual
Uniformes
Produtos perigosos (rotulagem, armazenagem e manuseamento)
Condições de saúde dos profissionais da restauração
Tipos de risco e seu controlo
Incêndios
Riscos elétricos
Trabalho com máquinas e equipamentos
Movimentação manual e mecânica de cargas
Organização e dimensionamento do posto de trabalho
Posturas no trabalho
Iluminação
Atmosferas perigosas
Ruído
Gestão do risco
Consequências dos acidentes de trabalho
Avaliação do risco profissional
Procedimentos de emergência e risco
Técnicas de atuação e orientação
Caixa de primeiros socorros



1 – Formação presencial/em sala (turma)


A avaliação, como processos sistemático, contínuo e integral deverá ocorrer em três momentos:
– Avaliação Inicial: Avaliação diagnóstica (permite identificar quais os conhecimentos e competências que os formandos possuem antes da formação)
– Avaliação contínua: Avaliação formativa e sumativa (determinar em que medida os objetivos pedagógicos foram alcançados pelo formando, permitindo a correção do processo de ensino-aprendizagem nos seus vários aspetos)
– Avaliação final: Avaliação sumativa (constitui a finalidade clássica da avaliação e assume uma relevância tanto maior, quando é certo ser ela a responsável pela tomada de decisões de vários níveis)

A avaliação final de cada formando, determina o grau de sucesso da aprendizagem confrontando-se os resultados obtidos na avaliação contínua com os objetivos operacionais definidos a priori.
Escala de Avaliação das Aprendizagens (0-100)


Formação Profissional Certificada (Outra Formação Contínua não inserida no CNQ)
A Certificação dos formandos será feita através da emissão de certificados de formação nos termos exigidos legalmente (Portaria 474/2012 de 08 de Julho) através da Plataforma SIGO.

Entidade Formadora Certificada pela DGERT: CONCLUSÃO – Estudos e Formação, Lda


 

Partilhar