Descrição e Análise de Funções

115.00

Forseguro

Partilhar

Descrição


Localidade




Data Início
10/05/2021




Data Fim




Cronograma




Observações




Inscreva-se




Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Dotar os participantes de conhecimentos teóricos e práticos para elaborarem uma descrição e análise de Funções.


1. Função gestão de Recursos Humanos
2. Tarefa, Função profissional e posto de trabalho
3. Descrição de funções
4. Análise de Funções
5. Casos Práticos



3 – Formação a distância – E-learning (turma)


A avaliação dos participantes na formação e-Learning é realizada com base em quatro tipos de instrumentos de avaliação: Lição, Fórum, Teste, Trabalho.
A pontuação máxima formação e-Learning é de 20 valores na escala de 0 a 20 em que 0 – 4,9 – muito insuficiente, 5 – 9,9 – insuficiente, 10 – 13,9 – suficiente, 14 – 17,9 – bom e 18-20 muito bom.
Todos os trabalhos e outras atividades avaliadas têm datas limite, as quais se encontram no calendário do curso e na página inicial da própria atividade.


No final da formação os formandos aprovados receberão 2 Certificados:
• Certificado emitido pela Forseguro, que descreve detalhadamente os objetivos pedagógicos, área de formação, conhecimentos e competências adquiridas, plano curricular, avaliação obtida e metodologia de avaliação;
• Certificado de Formação Profissional emitido através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) coordenado pelo GEPE-Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho.
O Certificado de Formação Profissional de Pós-Graduação é emitido sempre que os formandos atinjam uma classificação final igual ou superior a 10 valores. A emissão é realizada através da plataforma SIGO (Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa) coordenado pelo GEPE-Ministério da Educação e Ciência, tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho.

O certificado emitido é válido para a obtenção de créditos (ECTS), na candidatura a um Mestrado ou Doutoramento, ao abrigo do Tratado de Bolonha. Nos termos do disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, retificado pela Declaração de Retificação n.º 81/2009, de 27 de outubro, e Decreto Lei n.º 115/2013, de 7 de agosto, com republicação, tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), os estabelecimentos de ensino superior poderão creditar ECTS de acordo com o regulamento de creditação de formação, vigente em cada instituição de ensino superior.


 

Partilhar