Cuidados Paliativos

90.00

Webstudy

Partilhar

Descrição

Segundo a OMS, os Cuidados Paliativos são cuidados ativos, coordenados e globais, prestados por unidades e equipas específicas, em internamento ou no domicílio, a doentes em situação de sofrimento decorrente de doença incurável ou grave, em fase avançada e progressiva, assim como às suas famílias. O seu principal objetivo é promover o seu bem-estar e a sua qualidade de vida, através da prevenção e alívio do sofrimento físico, psicológico, social e espiritual, com base na identificação precoce e do tratamento rigoroso da dor e de outros problemas físicos, psicossociais e espirituais.
Sendo assim, os Cuidados Paliativos assumem-se hoje como uma das fronteiras do desenvolvimento futuro, um imperativo ético, organizacional e indiscutivelmente um direito humano. Afirmam a vida e aceitam a morte como um processo natural que não deve ser prolongado através de obstinação terapêutica desadequada e prestam cuidados inter e multidisciplinares, individualizados, humanizados e tecnicamente rigorosos respeitando ao mesmo tempo os valores, as crenças, as práticas culturais e religiosas da pessoa doente (Neto, 2010).


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Dotar os formandos de informações sobre a problemática dos cuidados paliativos, do controlo de sintomatologia, bem como de todas as questões relacionadas com a temática dos cuidados paliativos.


Módulo I – Enquadramento Teórico
Conceito de cuidados paliativos
Objetivos e Finalidades
História dos cuidados paliativos
O cuidado do doente
Promoção da dignidade e da autonomia
Modelo de rede
Equipas multidisciplinares
Intervenção multidisciplinar

Módulo II – Avaliação da Dor
Princípios gerais e avaliação da dor
Dor crónica
Dor aguda

Módulo III – Aspetos Fisiológicos/Controlo de Sintomas
Controlo da dor
.Técnicas farmacológicas
.Técnicas não farmacológicas
Sintomas alimentares
Sintomas respiratórios
Sintomas urinários
Perturbações mentais secundárias

Módulo IV – Aspetos Psicossociais
Aspetos psicológicos da doença terminal
O doente retraído
O doente difícil
Estratégias para lidar com a incerteza
Dar más notícias
Morrer em casa
Luto

Módulo V – Comunicação em Cuidados Paliativos
Cuidados ao doente
Cuidados à família
Cuidados na morte
Cuidados na equipa
Comunicação
Necessidades Espirituais e Religiosas

Módulo VI – Questões Éticas em Cuidados Paliativos e Pensamentos Finais
Dignidade Humana e fim de vida
Questões éticas
Processo de tomada de decisão ética
Quando a morte se aproxima
Quando tudo está dito e feito
Necessidades dos profissionais de saúde



4 – Formação a distância – E-learning (individual)


A avaliação do processo de formação baseia-se em três vertentes: avaliação diagnóstica (aquando do início do curso), avaliação formativa/contínua (durante o curso) e a avaliação sumativa (no final de cada módulo e/ou do curso).

A classificação final no curso resultará da média ponderada, numa escala de 20 pontos ou percentual (0 a 100%), das classificações parcelares tendo em conta os seguintes critérios e ponderações:

TF (Média simples dos testes finais relativos a cada módulo do curso e/ou trabalho final): 80%.
PS (Participação e contribuição individuais nas sessões síncronas e fóruns de discussão): 10%.
AS (Assiduidade nas sessões síncronas): 10%.


Todos os formandos que atingirem os objetivos pedagógicos definidos para o curso que frequentaram, obterão um Certificado de Formação Profissional que será emitido através da Plataforma SIGO (GEPE – Ministério da Educação), tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso na pauta de avaliação final.


 

Partilhar