Conhecer e Intervir na Deficiência Mental

95.00

Webstudy

REF: 11954 Categorias: ,
Partilhar

Descrição

O campo da Deficiência Mental é muito diversificado, pois o nível cognitivo, de comunicação, de adaptação e de autonomia de cada pessoa poderá ser muito variável, dando espaço a quadros muito diferentes entre si, embora tenham sempre características gerais em comum.
A Deficiência Mental tem sido ao longo da História do Homem um quadro alvo de visões sociais e mesmo científicas destorcidas, discriminatórias, levando não raras as vezes ao enclausuramento familiar e à Exclusão Social. Atualmente, com o avanço científico é viável compreender em profundidade as especificidades associadas a esta deficiência, investir nas intervenções reabilitativas e pedagógicas estruturadas, embora a nível familiar e social seja emergente uma intervenção interdisciplinar, que fomente a libertação familiar e a mudança de mentalidade e atitudes face à pessoa com este tipo de deficiência.


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


No final do curso, os formandos deverão ser capazes de identificar as características específicas associadas à Deficiência Mental, analisar a dinâmica do seu quotidiano em termos de comportamentos adaptativos e de autonomia, assim como elaborar propostas de intervenção.


Módulo I – Caracterização da Deficiência mental (DM)
Conceito de Deficiência e de DM
Evolução das Representações Socias face à DM
Etiologia
Handicaps associados à DM
Graus de DM

Módulo II – Intervenção Reabilitativa e Pedagógica na DM
Áreas de Reabilitação
Atividades Lúdico-pedagógicas
Gestão dos Comportamentos da Pessoa com DM
Treino da Autonomia e da Capacidade Adaptativa
Comunicação com a Pessoa com DM

Módulo III – A Sexualidade na DM
Sexualidade como elemento de Equilíbrio Psicossomático
Controlo das Pulsões Sexuais
Expressão de Afetos e da Sensualidade
Flirt, Namoro e Casamento
Romantismo e Visão “Naif” dos Afetos, Amor e Relações
Riscos Sexuais e Gravidez

Módulo IV – A Inclusão da Pessoa com DM
Papel da Família
Papel das Instituições
Intervenção Comunitária



4 – Formação a distância – E-learning (individual)


A avaliação do processo de formação baseia-se em três vertentes: avaliação diagnóstica (aquando do início do curso), avaliação formativa/contínua (durante o curso) e a avaliação sumativa (no final de cada módulo e/ou do curso).

A classificação final no curso resultará da média ponderada, numa escala de 20 pontos ou percentual (0 a 100%), das classificações parcelares tendo em conta os seguintes critérios e ponderações:

TF (Média simples dos testes finais relativos a cada módulo do curso e/ou trabalho final): 80%.
PS (Participação e contribuição individuais nas sessões síncronas e fóruns de discussão): 10%.
AS (Assiduidade nas sessões síncronas): 10%.


Todos os formandos que atingirem os objetivos pedagógicos definidos para o curso que frequentaram, obterão um Certificado de Formação Profissional que será emitido através da Plataforma SIGO (GEPE – Ministério da Educação), tal como previsto na Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho. O Certificado será, posteriormente, enviado pelos CTT – Correios de Portugal, num prazo máximo de 30 dias úteis, após lançamento da nota do curso na pauta de avaliação final.


 

Partilhar