8211 – Higiene e Segurança no Trabalho na Restauração

0.00

Avalforma

REF: 16836 Categorias: ,
Partilhar

Descrição


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Dotar os/as formandos/as de conhecimentos teórico-práticos, na área de Hotelaria e Restauração, para Técnico.


Normas de segurança e higiene na restauração
Sinalização de segurança das instalações e equipamentos
Manuseamento de equipamentos
Normas de higiene pessoal, dos espaços, das instalações e dos equipamentos
Proteção coletiva e individual
Uniformes
Produtos perigosos (rotulagem, armazenagem e manuseamento)
Condições de saúde dos profissionais da restauração
Tipos de risco e seu controlo
Incêndios
Riscos elétricos
Trabalho com máquinas e equipamentos
Movimentação manual e mecânica de cargas
Organização e dimensionamento do posto de trabalho
Posturas no trabalho
Iluminação
f i
















Objetivos
Conteúdos
?
Ligações úteis
ANQEP (http://www.anqep.gov.pt/default.aspx?e=1)
IEFP (https://www.iefp.pt/)
DGEstE (https://www.dgeste.mec.pt/)
DGERT (https://www.dgert.gov.pt/)
Portal Qualifica (https://www.qualifica.gov.pt)
Portal da Oferta Formativa
(https://www.ofertaformativa.gov.pt/)
?
?
?
?
?
?
Cedefop (http://www.cedefop.europa.eu/pt)
Skills Panorama
(https://skillspanorama.cedefop.europa.eu/en)
OIT
(https://www.ilo.org/public/portugue/region/eurpro/lisbon/htm
OCDE (http://www.oecd.org/)
União Europeia (https://europa.eu/europeanunion/
index_pt)
?
?
?
?
?
Contactos
Av. 24 de Julho, nº138, 1399-026 Lisboa
+351 213 943 700
anqep@anqep.gov.pt (mailto:anqep@anqep.gov.pt)
?
?
?
Atmosferas perigosas
Ruído
Gestão do risco
Consequências dos acidentes de trabalho
Avaliação do risco profissional
Procedimentos de emergência e risco
Técnicas de atuação e orientação
Caixa de primeiros socorros



1 – Formação presencial/em sala (turma)



Os/as formandos/as obtêm no final da ação, o Certificado de Formação, ao abrigo da Portaria Nº. 283/2011 de 24 de Outubro, emitido através da Plataforma Sigo, desde que concluam com Aproveitamento. Considera-se que os/as formandos/as são aprovados/as, quando se verifique cumulativamente: Assiduidade obrigatória de 90% e Avaliação positiva. Em casos excecionais, em que o/a formando/a ultrapasse o limite de faltas previsto na legislação aplicável, atendendo os devidos motivos, pode a Equipa Pedagógica reunir e decidir aplicar um recurso pedagógico de recuperação, para que o/a participante possa concluir a formação e obter o respetivo Certificado.


 

Partilhar