7297 – Turismo Inclusivo – oportunidades e desafios

0.00

Avalforma

REF: 16852 Categorias: ,
Partilhar

Descrição


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação:
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas:


Dotar os/as formandos/as de conhecimentos teórico-práticos, na área do Turismo Inclusivo.


1) Turismo inclusivo –causas e objetivos
2) Enquadramento político e normativo do Turismo Inclusivo
– Contexto normativo internacional/UE
– Legislação europeia
– Legislação nacional
3) Conceitos principais
– Deficiência
– Acessibilidade
– Design inclusivo
– Produtos de apoio: tipologia e ISO 9999/2007
4) O cliente com deficiência motora
4.1)Deficiência motora, limitações/necessidades especiais na mobilidade e acessibilidade dos serviços turísticos
– Deficiência motora
– Tipos de deficiência motora
– Limitações e necessidades das pessoas com deficiência motora
4.2) Produtos e meios de apoio
– Cadeiras de rodas
– Espaço de movimentação
– Zona de permanência e de manobra
– Auxiliares de marcha
4.3) Requisitos da oferta turística
– Acessibilidade física
– Barreiras físicas
– Transportes
4.4) Legislação nacional
4.5) Necessidades especiais de relacionamento interpessoal e atitudes dos profissionais de atendimento
– Necessidades detetadas
– Relacionamento pessoal e social
4.6) Práticas de serviço
– Utilização/manipulação de cadeira de rodas
– Apoio à deslocação e transferência para outros assentos
– Cuidados de relacionamento no serviço
5) O cliente com deficiência visual
5.1) Deficiência visual, limitações/necessidades especiais na mobilidade e orientação e acessibilidade dos serviços
turísticos
– Deficiência visual
– Limitações das pessoas com deficiência visual
– Orientação e Mobilidade
– Necessidades especiais da pessoa cega ou com baixa visão
5.2) Produtos e meios de apoio à deficiência visual
– Braille, áudio descrição e formato digital
– Acessibilidade nas TIC
– Requisitos de acessibilidade na WEB
– O acompanhante/ guia
– O cão-guia
– Sinalética
5.3) Requisitos da oferta turística
– Requisitos
– Acessibilidade
5.4) Legislação
5.5) Necessidades especiais de relacionamento interpessoal e atitudes dos profissionais de atendimento
– Necessidades especiais de relacionamento interpessoal
– Atitudes de relacionamento e aspetos comunicacionais
5.6) Práticas de serviço
– Cuidados de relacionamento
6) O cliente com deficiência auditiva
6.1) Deficiência auditiva, limitações/necessidades especiais na comunicação e compreensão da informação e
acessibilidade dos serviços turísticos
– Deficiência auditiva
– Graus e tipos de deficiência auditiva
– População surda
– Causas e consequências da deficiência auditiva
– Limitações da pessoa com deficiência auditiva
– Limitações comunicacionais
– Necessidades específicas da pessoa surda
6.2) Produtos e meios de apoio
– Produtos de apoio para a deficiência auditiva
– Língua gestual portuguesa e cães de assistência
6.3) Requisitos da oferta turística
– Oferta turística
– Acessibilidade
6.4) Legislação
6.5) Necessidades especiais de relacionamento interpessoal e atitudes dos profissionais de atendimento
6.6) Necessidades especiais de relacionamento interpessoal
6.7) Comunicação e atitudes dos profissionais
6.8) Práticas de serviço
– Práticas de serviço de atendimento
– Aspetos comunicacionais para grupos de surdos
7) O cliente com deficiência intelectual ou com multideficiência
7.1) Deficiência intelectual e multideficiência, limitações/necessidades especiais e acessibilidade dos serviços
turísticos
– Deficiência intelectual e multideficiência
– Graus e causas de deficiência Intelectual
– Características de alguns síndromas associados à deficiência intelectual
– Limitações das pessoas com deficiência intelectual
– Necessidades especiais das pessoas com deficiência intelectual
7.2) O direito das pessoas com deficiência intelectual ao lazer e ao turismo
– Pessoas com deficiência intelectual e o turismo
– Requisitos da oferta turística e acessibilidades
7.3) Serviço, comunicação e relacionamento interpessoal
– Práticas de serviço e relacionamento
– Práticas de serviço no atendimento
8) O cliente sénior com limitações motoras, sensoriais e/ou intelectuais
8.1) O cliente sénior, as suas limitações/necessidades especiais e a acessibilidade dos serviços turísticos
8.2) Processo de envelhecimento
8.3) População idosa
8.4) Características do turismo sénior
8.5) Turista sénior com limitações cognitivas, motoras, visuais e/ou auditivas
8.6) Necessidades do cliente sénior com limitações
8.7) Requisitos da oferta e acessibilidades
8.8) Produtos de apoio e acessibilidades
8.9) Acessibilidades e legislação
– Serviço, comunicação e relacionamento interpessoal
8.10) Aspetos comunicacionais
8.11) Práticas de serviço
8.12) Relacionamento interpessoal e atitudes dos profissionais de atendimento



3 – Formação a distância – E-learning (turma)



Os/as formandos/as obtêm no final da ação, o Certificado de Formação, ao abrigo da Portaria Nº. 283/2011 de 24 de Outubro, emitido através da Plataforma Sigo, desde que concluam com Aproveitamento. Considera-se que os/as formandos/as são aprovados/as, quando se verifique cumulativamente: Assiduidade obrigatória de 90% e Avaliação positiva. Em casos excecionais, em que o/a formando/a ultrapasse o limite de faltas previsto na legislação aplicável, atendendo os devidos motivos, pode a Equipa Pedagógica reunir e decidir aplicar um recurso pedagógico de recuperação, para que o/a participante possa concluir a formação e obter o respetivo Certificado.


 

Partilhar